SOMOS kKEU

Unir Todos os Pontos em Quatro Linhas

Somos kKEU

Unir Todos os Pontos em Quatro Linhas

Agência de sinergias com a sua organização.

Porquê a kKEU?

A sinergia deve ser clara, objetiva e gerar resultados, certo? Para tal, além das ferramentas de marketing, design e arquitetura é fundamental cooperar com as organizações, com o cliente, no seu negócio e na sua visão.

Com mais de 10 anos de experiência nestes segmentos, criamos a kKEU para satisfazer as necessidades dos seus parceiros por nicho de atuação, para melhor atender cada ecossistema dos clientes.

Assim, procuramos comunicar com, e para o cliente, em empatia com as suas especificidades, compreender os seus pontos a melhorar e identificar os seus pontos fortes, passamos a comunicar em sinergia, integrados, separados e com a exclusividade que merecem.

Qual será o melhor ecossistema para a sua organização?

kKEU Comunicação | Arquitetura | Marketing

Serviços

Acrescentamos Valor em Sinergia

Entre em contacto e solicite uma análise, desejamos criar proposta de valor, em sinergia, para o teu negócio, para a tua visão.

komunicação

Marketing Digital, Web & Graphic Designer, Web & Mobile Developer.

konsultor

Marketing, Estratégia, Empreendedorismo, Globalização.

arKitetura

Estudos, Projetos, Licenciamentos, Execução, Reabilitação e Arquitetura de Autor.

EU marketing

Formação, Mentoring, Team Building, Personal Branding.

Sejam bem-vindos à kKEU!

  • Design
  • Arquitetura
  • Formação
  • Marketing
  • Consultoria
  • Estratégia

Blog | Portefólio

Artigos, Projetos e Sinergias
DIGITAL 2021 - GLOBAL OVERVIEW REPORT



Vamos começar com uma rápida observação nos últimos destaques de dados, no relatório podemos ver mais de perto os 5 temas principais seguintes e que achamos que os profissionais de marketing vão querer prestar atenção nos próximos meses, incluindo outros de igual interesse.








Existem mais de 5,2 bilhões de pessoas com um telemóvel em todo o mundo hoje, o que equivale a dois terços da população total do mundo. 

No entanto, o relatório sugere que em análise o número de penetração para públicos a partir de 13 anos já deve estar acima de 80%. 

Mais de três quartos dos aparelhos móveis em uso hoje são smartphones, portanto, muitos desses utilizadores móveis têm o potencial de ficar online por meio de seus dispositivos portáteis. 

Mas, como pode ver, os utilizadores de internet ainda estão atrás dos utilizadores de telemóveis em algumas centenas de milhões. 

Os dados mais recentes mostram que 4,66 bilhões têm acesso à Internet hoje, o que está próximo dos 60% de todas as pessoas na Terra. 

No entanto, a pesquisa sobre o uso da Internet foi severamente limitada pelo COVID-19, portanto, esses números podem ser baixos. 

Enquanto isso, os dados sugerem que cerca de 9 em cada 10 utilizadores de internet já usam as redes sociais, com a análise do Kepios revelou que havia 4,2 bilhões de utilizadores das redes sociais no início deste ano. 

No entanto, a adesão digital ainda não está distribuída de maneira uniforme em todo o mundo.








Os dados mostram que mais de 90 por cento das populações da Europa do Norte e Ocidental estão online hoje, mas apenas 1 em cada 4 pessoas na África Central e Oriental tinha acesso à Internet no início de 2021.

A adesão à Internet também permanece relativamente baixa em todo o subcontinente indiano, e o sul da Ásia agora abriga o maior número de pessoas desconectadas do planeta.

A análise sugere que mais de 1 bilhão de pessoas ainda não se ligaram à Internet na Índia, Paquistão e Bangladesh, e a região agora é responsável por mais de um terço da população total não conectada do mundo.

No entanto, a boa notícia é que estamos assistir a um forte crescimento na adesão digital em todo o mundo, especialmente nas áreas onde a conectividade permanece baixa.

Por exemplo, a análise do Kepios mostra que quase meio bilhão de novos utilizadores ingressaram nas redes sociais em 2020, o que equivale a um crescimento anual de mais de 13%.

E, apenas para esclarecer, esse crescimento é baseado em utilizadores únicos, portanto, deve haver muito pouca duplicação nesses números.

Mas os destaques impressionantes deste ano não se limitam ao número de utilizadores; as pessoas também estão mais tempo online do que nunca.

Os números mais recentes da GWI mostram que o utilizador global típico da Internet agora está em média quase 7 horas por dia na Internet.







Como podemos ver no gráfico, as coisas variam significativamente de acordo com a geografia, os filipinos passam uma média de quase 11 horas por dia online, em comparação com uma média de apenas 4½ horas por dia no Japão.

Mas, com base nessa cifra mundial, os utilizadores da Internet agora estão em média mais de 48 horas por semana ligados à Internet, o que equivale a mais de 2 dias inteiros em cada 7.

No entanto, passamos cerca de um terço de nossas vidas dormindo, o que significa que o utilizador típico da Internet agora passa mais de 40% de sua vida acordado usando dispositivos conectados.

E isso em parte porque agora existem aplicações para ajudar em praticamente todos os aspectos de nossas vidas - desde manter contacto com amigos e família, assistir a TV e filmes, jogar, gerir nossas finanças e até encontrar amor.

Existem até aplicações que nos permitem rastrear o que estamos a fazer enquanto dormimos.







E dado que estamos muito mais tempo online, talvez não seja uma surpresa saber que também estamos a gastar mais dinheiro online do que nunca - especialmente devido ao COVID.

O Emarketer relata que o mundo gastou cerca de 4,2 trilhões de dólares americanos em compras de comércio eletrônico no retalho em 2020, o que equivale a uma média de mais de US $ 900 por utilizador na Internet.

Portanto, está claro que a tecnologia já se tornou uma parte essencial da vida do quotidiana para a maioria da população mundial.

Mas, além de fornecer curiosidades interessantes, o que todos estes dados realmente nos dizem sobre a evolução dos comportamentos online das pessoas?
Vamos aprofundar nas tendências subjacentes para descobrir, começando com uma olhada nas razões pelas quais os usuários da Internet em todo o mundo estão online em primeiro lugar.


Alguns dos tópicos abordados no relatório são os seguintes:

As razões pelas quais as pessoas usam a Internet;

Quais os dispositivos que os utilizadores estão a usar na Internet em todo o mundo;

Como as pessoas procuram coisas online;

Alguns insights importantes sobre o público das redes sociais;

E terminaremos explorando as mudanças demográficas dos públicos on-line.

 










Partilhamos estes dados relativos a Portugal aqui para estudar este mudo digital que vivemos.








Contacta-nos

Sempre que penses em sinergia